NOTÍCIAS

​Últimas Publicações
Please reload

Socialize
  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle

SOLENIDADE DE ASSINATURA DO PROJETO APRIMORE

Na noite de 30 de outubro de 2017, foi realizada, na Casa da Indústria, a solenidade para assinatura do Termo de Cooperação entre a Câmara da Indústria da Construção, IEL-GO e PUC Goiás.

 

A Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg) e a Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-Goiás) oficializaram uma parceria por meio do Projeto Aprimore, lançado nesta segunda-feira (30/10), na Casa da Indústria, em Goiânia. O objetivo da iniciativa é promover pesquisas aplicadas voltadas para a área de inovação e tecnologia e investir na formação do jovem profissional. O presidente da Fieg, Pedro Alves de Oliveira conduziu o evento, que contou com a participação do titular da Secretaria Estadual de Desenvolvimento (SED), Francisco Gonzaga Pontes.

 

O projeto vai estimular a criação de vagas de estágios regulares e estágios de férias, para o estudante aprimorar seu aprendizado acadêmico com atividades práticas em empresas que oferecem diversidade de negócios em múltiplas áreas de atuação no segmento da indústria da construção. " A Escola de Engenharia sempre conseguiu colocar no mercado de trabalho profissionais capacitados. Esse projeto possibilita o estreitamento entre as duas casas e permite que nossos alunos encontrem um estagio com mais facilidade", explica o diretor da escola de engenharia da PUC Goiás, Fábio Simões. 

 

O reitor da PUC-GO, Wolmir Therezio Amado, afirmou que a iniciativa promove uma formação integral. "É uma educação que passa pelos caminhos do estágio, da parceria empresa-universidade e sobretudo pelo esforço do cidadão. A gente espera bons resultados no desenvolvimento econômico e na formação dos estudantes", disse. 

 

Na PUC Goiás são cerca de 400 alunos por semestre fazendo estágio nos seis cursos de engenharia. Com o projeto, a expectativa é atender, pelo menos, 50% desses alunos em campos de estágios mais qualificados. "O benefício é mútuo. O jovem verá na prática aquilo que ele vê em sala de aula. E a empresa poderá desenvolver esse profissional", completa a presidente da Fieg Jovem, Thaís Santos.

 

Pesquisa 

Para o presidente da Câmara da Industria da Construção da Fieg, Sarkis Nabi Curi, além de abrir as industrias para os estudantes e permitir o contato com a prática, o projeto propõe que um dos focos das pesquisas da universidade seja a inovação tecnológica dentro da industria. "Nada melhor do que uma universidade, que dispõe de professores, doutores e laboratórios para desenvolver estudos necessários em diversas áreas. É um fomento ao aumento de produção", reforça. 

 

Por Kamilla Rodrigues do Jornal A Redação

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2020 Todos os direitos reservados a CIC/FIEG
Assessoria: Agência Saber Multimídia

Apoio Institucional: